quinta-feira, 10 de abril de 2014

MARL faz ocupação artística no Conjunto Avelino Vieira



Teatro, histórias, música, palhaços, brincadeiras  e TV de rua estão na programação de domingo


Domingo, dia 13, a partir das 14h, o bairro Avelino Vieira, em Londrina, recebe a ocupação artístico-cultural do MARL - Movimento dos Artistas de Rua de londrina. Cerca de 45 artistas e produtores trabalham na realização do evento, que vai reunir cortejo, oficinas e apresentações artísticas até o início da noite.

O evento começa com um cortejo artístico pelo bairro, um convite à comunidade para as atividades que vêm a seguir. Às 15h começam as oficinas de bricolagem, perna de pau e percussão (batuque), jogos de interação e iniciação teatral, leitura e troca de livros. As oficinas acontecem simultaneamente, portanto as pessoas tem que escolher em qual participar. Na sequência o público se reúne para assistir ás apresentações artísticas.
Às 16h30 começa o espetáculo Baden Baden, do Teatro Kaos, seguido pela narração da história O macaco e a velha, com Famiglia Coisa Fina. El General, espetáculo de palhaço do grupo Exército contra nada, Poeta que pariu, do Teatro de Garagem, Família IML e Pira Pura serão apresentados na sequência. Às 18h30, ou logo depois de escurecer, o Cine Clube Ahoramágica apresenta a Tv de Rua, com imagens feitas e editadas durante o evento, ao longo da tarde.
Com exceção do cortejo, que vai circular pelas ruas do bairro, as atividades vão ser realizadas em frente a Associação Ciranda da Cultura, que apoia o evento,  na Rua Francisco Quesada Ortega, 10.
A ocupação de sábado é a primeira de seis ocupações previstas para o ano pelo Movimento dos Artistas de Rua de Londrina. O grupo vai realizar três ocupações no conjunto Avelino Vieira, na zona oeste de Londrina, e outras três no bairro Bela Vista, na zona Norte. As próximas ocupações no conjunto Avelino Vieira estão previstas para os dias 11 de maio e 15 de junho. As do Bela Vista serão nos dias 13 de julho, 3 de agosto e 7 de setembro.
O MARL vem realizando ocupações artísticas desde 2012, quando teve início o Movimento, que reúne grupos e artistas de diversas áreas, mas com seu trabalho voltado a apresentações em espaços públicos. Além de atuar politicamente, o grupo organiza ações culturais na região central e nos bairros periféricos da cidade.   

É a primeira vez, no entanto, que o Movimento se propôs a realizar várias ações em um mesmo local, buscando uma maior proximidade entre os artistas e a comunidade e possibilitando que os moradores da região tenham acesso a diferentes formas do fazer artístico.

       O bairro Conjunto Avelino Vieira está inserido em um complexo formado por sete bairros vizinhos (Cj. Avelino Vieira, Jardim Olímpico, Jardim Campos Verdes, Cj. João Turquino, Jardim Maracanã e Parque Universitário), cercados por fundos de vale e sítios, no limite da fronteira da cidade. O complexo de bairros começou a surgir na década de 1980 com a construção de Conjuntos Habitacionais que acolheram moradores de muita baixa renda.  Hoje a região possui vários serviços públicos estabelecidos, ao menos nos bairros mais antigos e populosos. No entanto, é um bairro com diversas dificuldades sociais, principalmente relacionadas à violência e tráfico de drogas. Quase nenhuma política cultural chega até a região.

         O segundo bairro planejado para receber as ocupações do MARL é o Conjunto Habitacional Vista Bela, que teve suas casas e apartamentos financiados pelo programa Minha Casa Minha Vida. Iniciado em 2009, no governo Lula, e considerado anos atrás o maior canteiro do Minha Casa, Minha Vida no país, o conjunto habitacional Vista Bela tem 2.712 moradias, construídas longe do centro de Londrina e 12.000 habitantes. Se fosse uma cidade, seria mais populosa que 242 dos 399 municípios do Paraná. São 1.272 casas geminadas, de 35 m², e 1.440 apartamentos, de 42 m².
        Apesar da riqueza populacional, o bairro tem sérios problemas de falta de estrutura básica. O MARL intenciona dar visibilidade à falta das básicas e necessárias políticas de educação, cultura, saúde, transporte, saneamento, cuidado nas praças e espaço coletivos do bairro. Uma das dificuldades do Movimento foi localizar algum espaço com sobra para realizar as atividades. Nas ocupações previstas para o Vista Bela, o Movimento pretende implantar uma oficina para o plantio de árvores. O MARL fez sua primeira ocupação no Vista Bela em 2012.
         
          O MARL é um movimento horizontal e seus vários articuladores se revezam na organização dos eventos. O coordenador geral e de produção das ocupações artísticas é Pedro José Varanese, integrante do Teatro de Garagem e músico de rua. É a primeira vez que o MARL faz suas ocupações artísticas com o patrocínio do PROMIC – Programa Municipal de Incentivo à Cultura. Em caso de chuva a ocupação será adiada.

Serviço:

Ocupação Artístico-cultural do MARL
Dia 13/04
Horário: a partir das 14h
Local: Rua Francisco Quesada Ortega, 10 – Conjunto Avelino Vieira

Contatos para entrevistas:
Assessoria de Imprensa: Claudia Silva – 9632-9180

Coordenador das ocupações e articulador do MARL: Pedro José Veranese -98152217

Nenhum comentário:

Postar um comentário