quinta-feira, 30 de março de 2017


Permissão de uso do Canto do MARL recebe apoio de diversas entidades, sindicatos e coletivos culturais de Londrina e do Brasil todo

Ensaio do Cortejo da Maré no Canto do MARL com 70 jovens do projeto
Ensaio do Cortejo da Maré no Canto do MARL - projeto de formação teatral com 70 jovens dos bairros de Londrina

O Movimento dos Artistas de Rua de Londrina (MARL) através de sua personalidade jurídica – a AMARL (Associação do Movimento dos Artistas de Rua de Londrina) protocolou junto à Prefeitura através da Secretária de Cultura desde o dia 24 de fevereiro de 2017 o pedido de permissão de uso do espaço Canto do MARL (Av. Duque de Caxias, 3241).
Inclusive, o prefeito reiterou seu compromisso administrativo em assinar o pedido de permissão de uso do espaço para AMARL na reunião de terça-feira (28 de março de 2017) do Centro de Direitos Humanos de Londrina junto ao gabinete de Marcelo Belinati.
Na reunião, diversas pautas advindas da Conferência dos Direitos Humanos de Londrina foram discutidas, tais como as demandas da comunidade LGBT, da comunidade kaingang, das religiões de matriz africana, do nanismo, do direito à cidade, entre outras.
Nesse sentido, estamos coletando apoios à permissão de uso do espaço junto as entidades sindicais, empresas, lojistas vizinhos e população em geral de Londrina, além das entidades e coletivos culturais da cidade e do Brasil todo!
Se você participa de algum sindicato, coletivo e/ou empresa e quer apoiar a causa da ocupação de espaços públicos ociosos defendida pelo MARL , por favor entre em contato conosco através da nossa página no facebook ou pelo email: artistasderuadelondrina@gmail.com
A AMARL tem o título de utilidade pública em função do histórico de atividades artístico-culturais realizadas pelo coletivo desde 2012 e está sediada no prédio citado acima. O espaço foi transformado em um espaço cultural, no qual são realizadas atividades de manutenção de diferentes coletivos artísticos, bem como ações culturais abertas para a comunidade.
Listagem dos apoiadores:

Entidades, empresas, sindicatos, grupos culturais Locais:

Cia Kiwi de Jaqueta
Cia Casa 4
Cia. Palhaços de Rua
Cia. Teatro de Garagem
Cia Cascalhos
Clã Pé Vermelho- Permacultura e Bio-construção
Coletivo Cão sem Plumas
Comitê Passe Livre
Comunidade Kaingang
Frente Anti-Fascista
MACUL - Movimento Artesanato é Cultura
Maracatu Semente de Angola
Movimento Cultura Londrina contra o Retrocesso
Movimento Punk
Núcleo Ás de Paus
Teatro Kaos
Fábrica do Teatro do Oprimido
Teatro Agon
Cia. Curumin Açu
AfroAto
Triolé
Cia. Cascalhos
Grupo 3Nós
Ô D CASA
Encontro de Contadores de Histórias de Londrina (ECOH)
Conselho de Cultura de Londrina
APP- Sindicato – Londrina
Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná
Sindarspen-PR (Sindicato dos Agentes Penitenciários)
Empresa Fiolar, Duque de Caxias 3209
Lucicoppi, Pará 422.
RDE Mato Grosso 503
Estacionamento Santos, Celso Garcia 230
Estacionamento Diamante, Duque de Caxias 3271

Entidades culturais Nacionais:

Grupo de Teatro Caretas – Fortaleza – Ceará
Coletivo Menelão de Teatro – São Bernardo do Campo
Brava Cia. – SP
Madeirite Rosa – SP
Buraco d’Oráculo – SP
Coletivo Galpão da Lua – Presidente Prudente- SP
Rosa dos Ventos - Presidente Prudente- SP
Mamulengo Rasga Estrada - Presidente Prudente- SP
Nativos Terra Rasgada – Sorocaba- SP
Licko Turle e Mambemberê – Teresópolis – RJ
Grupo GRUTTA, Tangará da Serra – Mato Grosso
Pombas Urbanas – São Paulo
Cia.  MiraMundo - São Luís do Maranhão
Edmilson Santini - Teatro Em Cordel.